Posts

Onde ficar em Fort Lauderdale? Veja sugestões de passeios e hotéis

Escolher onde ficar em Fort Lauderdale é mais simples do que em Miami. Ao mesmo tempo, a cidade tem muito a oferecer aos turistas! Confira nossas dicas.

Com pouco mais de 178 mil habitantes, Fort Lauderdale costumava ser ofuscada pela vizinha, Miami. Porém, pouco a pouco, os turistas descobrem os encantos da cidade: o site de busca de passagens Skyscanner registrou um aumento de 30% na procura por este destino.

Há quem diga que a localidade, cuja paisagem é repleta de mansões, é uma extensão de South Beach, reduto dos famosos em Miami. Além disso, seus canais fizeram com que ela ganhasse o apelido de “Veneza das Américas”.

Ou seja: para quem visita Miami com mais tempo, vale a pena esticar o passeio até Fort Lauderdale e deixar-se encantar pela cidade e seus atrativos! Confira, neste post, algumas dicas para uma viagem inesquecível:

Quais as vantagens de se hospedar em Fort Lauderdale?

Apesar de estar próxima a Miami, Fort Lauderdale tem um charme próprio, além de algumas vantagens em relação à célebre vizinha. Confira:

Fácil acesso a praias incríveis

As praias de Fort Lauderdale são um dos principais atrativos da cidade. O trecho mais famosos do litoral se chama Las Olas, e fica próximo ao centro. Ainda assim, também vale a pena esticar o passeio às vizinhas Lauderdale By-The-Sea e Hollywood Beach.

Mais sossego do que em Miami

Miami é um destino muito visado por quem procura agito. Por mais que Fort Lauderdale também tenha vida noturna, ela tem um ar de cidade menor que é mais agradável para quem prefere a calmaria. As praias, por exemplo, são bem menos movimentadas que as de Miami.

Hospedagens para todos os bolsos

Assim como Miami, Fort Lauderdale oferece hospedagens com várias faixas de preços. Falaremos disso em detalhe mais adiante.

Fácil acesso a shoppings e outlets

Fort Lauderdale também é um excelente destino de compras, com estabelecimentos que unem variedade e preços em conta.

O que fazer em Fort Lauderdale?

Quem opta por ficar em Fort Lauderdale nunca ficará entediado. A cidade tem muito a oferecer aos turistas que a visitam! Veja alguns de seus atrativos:

Compras no Fort Lauderdale

O shopping Sawgrass Mills, um dos outlets mais procurados por turistas que visitam a Flórida, é de fácil acesso a partir de Fort Lauderdale. Além disso, a cidade tem seus próprios locais de compras, como o The Galleria at Fort Lauderdale (próximo à praia de Las Olas), o Southland Shopping Center (praticamente vizinho ao aeroporto local) e Harbor Shops (ao lado da região dos canais). A região de Las Olas também oferece várias lojas charmosas.

Passeio de táxi aquático

Os canais de Fort Lauderdale são parada praticamente obrigatória para quem visita a cidade! Eles são tantos que os moradores locais se deslocam corriqueiramente em lanchas ou jet skis.

Para que está só de passagem, há um passeio turístico com paradas em pontos chave da cidade. Os ingressos podem ser comprados diretamente nos escritórios ou no site da empresa, a Water Taxi. O tour de um dia sai por US$ 28 para adultos e US$ 14 para crianças.

Museus

Fort Lauderdale também tem excelentes opções de museus. Há desde um dedicado à ciência, o Museum of Discovery and Science a um que expõe carros antigos, o Antique Car Museum. Além disso, a cosmopolita região de Las Olas conta com uma série de galerias independentes, parada obrigatória para quem aprecia arte.

Passeios ao ar livre

Graças ao agradável clima do sul da Flórida, Fort Lauderdale permite que você faça muitos passeios ao ar livre.

O Boulevard Las Olas é uma excelente opção. Além de estar próximo à famosa praia, oferece várias opções de arte, gastronomia contemporânea e compras. Se você preferir algo mais tranquilo, há a opção do Riverwalk Park, que fica à margem do rio New River.

Passar um dia nas Bahamas

Fort Lauderdale tem um importante porto turístico, o Port Everglades. Por lá, passam os turistas que partem em cruzeiros rumo ao Caribe.

Porém, pouca gente sabe que é possível fazer um passeio de um dia com destino às Bahamas. Há várias empresas que operam a rota, que leva ao redor de 4 horas e inclui refeições – além de uma vista incrível do mar da Flórida.

Onde ficar em Fort Lauderdale?

Decidir onde ficar em Fort Lauderdale é relativamente fácil: a cidade é menor. Mas, nem por isso as opções são ruins! Veja:

  • The Ritz-Carlton: a rede, conhecida pelo luxo, está presente na praia Las Olas, com uma vista incrível para o mar. As diárias começam em pouco mais de mil dólares.
  • Hilton Fort Lauderdale Marina: esta é uma excelente opção para quem está disposto a pagar um preço mediano, mas não abre mão da localização estratégica. O Hilton está próximo aos canais e o porto. As diárias giram em torno de US$ 250.
  • Aqua Hotel: Fort Lauderdale também oferece opções para quem não quer mais do que um lugar para dormir. Localizado na excelente Central Beach, é possível encontrar quartos por pouco mais de US$ 100 a diária.

 

Please rate this

Vale a pena alugar carro em Miami? 8 pontos a se considerar antes de decidir

Alugar carro em Miami é uma boa opção para quem quer mais liberdade de deslocamento. Entretanto, as mesmas vantagens são obtidas por meio da contratação de um transfer.

Pensando na praticidade, muitas pessoas optam por alugar um carro em Miami durante as férias. Há opções para todos os bolsos: a diária de um carro simples sai por US$ 30, enquanto que um carro de luxo custa US$ 200.

Trata-se de uma escolha que, de fato, tem muitos benefícios. Entretanto, não é só isso: há alguns pontos negativos que podem prejudicar bastante a sua viagem.

No post de hoje nós elencamos 8 pontos nos quais você tem que pensar antes de alugar um carro em Miami, assim, fazer a melhor escolha:

  1. Mais autonomia para se deslocar

É incontestável: não importa onde você esteja, um veículo próprio é sempre sinônimo de mais liberdade de deslocamento.

Ele te dá o poder de ir a qualquer lugar, a qualquer hora, sem depender dos preços do Uber, da disponibilidade de táxis ou dos horários do transporte público. É uma vantagem bem interessante para suas férias em Miami, principalmente se você conhece bem a região e se o seu plano é ir a vários locais distantes um do outro.

  1. Mais conforto para fazer compras

Em 2015, 747.542 brasileiros viajaram para Miami, o que garante ao país a posição de número 1 entre os que mais gastam no comércio local. Devido aos bons preços encontrados nas lojas e grandes shoppings de Miami,  o maior gasto desses viajantes é com compras. Nesse ano, foram gastos US$ 458 milhões com esse objetivo.

Ou seja: é praticamente impossível que alguém não dedique algum tempo de suas férias para fazer compras em Miami. E, quando, você tem um carro, isso fica bem mais prático: você tem toda a liberdade de definir seu próprio roteiro e dedicar quanto tempo quiser nos shoppings e outlets.

  1. Possibilidade de fazer bate e volta para localidades vizinhas

Fort Lauderdale está a meia hora de Miami. Orlando e Key West, a quatro horas. São algumas viagens muito interessantes que você pode fazer a partir da Magic City.

Com carro próprio, elas ficam ainda melhores, pois é possível definir os horários, ritmos de viagem e paradas, ficando mais cômodo e fácil!

aluguel de carro em miami

  1. As distâncias são longas

10 quilômetros separam o aeroporto de Miami de South Beach. Os táxis operam com tarifas tabeladas entre estes os pontos: o valor é US$ 32, fora a gorjeta. Com a ida e a volta, você gastará mais de US$ 60 apenas nisso!

Este exemplo ilustra bem um dos principais problemas de Miami: as longas distâncias. Junto ao trânsito caótico, como veremos a seguir, faz com que os deslocamentos na cidade sejam complexos e – geralmente, caros. É algo que torna o aluguel de um carro uma opção mais interessante.

  1. Você sempre precisará se preocupar em ter um lugar para estacionar

Entretanto, nem tudo são flores: alugar carro em Miami também tem suas desvantagens. Uma delas o custo do estacionamento. Por mais que nos shoppings eles geralmente sejam grandes e gratuitos, este nem sempre será o caso: hoteis e parkings particulares cobram ao redor de US$ 30 por dia! Estacionar na rua não é uma opção pois as vagas são escassas.

  1. É uma burocracia a mais ao chegar em Miami

Um voo direto de São Paulo a Miami dura no mínimo 8 horas – isso se você não fizer conexões. Ou seja: você chegará cansado!

Ainda assim, há trâmites para se resolver. É preciso passar pelo controle de passaportes, pegar as malas, fazer check in no hotel, etc.

Caso você opte por alugar carro em Miami, adicione mais um item à lista: a retirada do veículo. Você terá que ir ao balcão da empresa e resolver toda a burocracia assim que chegar, depois de um voo para lá de cansativo. Utilizar um serviço de transfer em Miami, nesta situação, é uma opção muito melhor.

  1. O trânsito de Miami pode ser tão estressante quanto no Brasil

De acordo com a empresa de pesquisa de tráfego INRIX, quem vive em Miami gasta, em média, 65 horas anuais no trânsito. Isto faz com que a cidade ocupe o 10º lugar entre as localidades com os tráfegos mais caóticos do mundo.

Ou seja, a Magic City, infelizmente, tem um trânsito estressante.

  1. Você terá que arcar com os custos relativos ao carro

Ao alugar carro em Miami, o valor da locação não é o único que deve estar previsto em seu orçamento. Você terá que arcar com estacionamento, seguro e gasolina, além de eventuais reparos por conta de danos que o carro venha a sofrer, como amassados e arranhões. Qualquer imprevisto pode pesar no bolso!

  1. Há várias empresas que oferecem serviços de transfer em Miami

Se você prestar atenção, notará que praticamente todas as vantagens de alugar um carro em Miami podem ser obtidas com qualquer veículo particular. Em Miami é possível usar um serviço de transfer em que um motorista particular que conhece bem a região, recebe o turista e pode guiá-lo pelos melhores lugares de acordo com sua preferência.

Um motorista treinado saberá lidar com o trânsito caótico de Miami, que tem um dos sistemas de estradas mais congestionados do país. Dessa forma fica bem mais fácil se deslocar na cidade sem se estressar com o trânsito e sem preocupar com gastos como estacionamento, combustível e seguro.

Algumas empresas de turismo receptivo em Miami também oferecem serviços especializados em tours de compras com roteiros que incluem as melhores lojas de Miami. Outra vantagem é que algumas dessas empresas contam com guias brasileiros treinados para tornar sua viagem ainda mais cômoda e inesquecível

Please rate this

Little Havana: conheça o bairro com sotaque latino em Miami

Little Havana é uma amostra da enorme influência dos imigrantes latinos – principalmente cubanos – em Miami. É um bairro com muito a se descobrir em termos de cultura!

Que os Estados Unidos são um país construído por imigrantes, quase todos sabem. Mas nem todos percebem a tremenda influência que essa convergência de culturas tem no país, inclusive em Miami.

A cidade atraiu imigrantes de todas as partes do mundo durante o século XX. Buscando trabalho e melhores condições de vida, a economia dinâmica da região lhes pareceu extremamente atraente.

No caso dos latino americanos, a proximidade com o Caribe tornou a localidade ainda mais interessante. Dentro deste grupo, pode-se dizer, tranquilamente, que os cubanos são os mais representativos. Sua presença é tão forte que moldou a paisagem e a arquitetura de um bairro por inteiro! Estamos falando de Little Havana, o bairro onde Miami tem sotaque latino. Confira as atrações que não podem estar fora da sua lista em sua próxima visita à cidade:

O que o bairro Little Havana tem de especial?

As décadas de 60 e 70, período de consolidação do regime de Fidel Castro, foram marcadas por emigração em massa de cubanos de seu país natal. Devido à economia dinâmica e à proximidade (Miami fica a menos de 100 km de Cuba via mar), a Flórida foi um destino óbvio para a maioria deles. Com o tempo, eles se concentraram na região que, hoje, é conhecida como Little Havana.

Há quem diga que o distrito nem sequer parece pertencer aos Estados Unidos. O espanhol está nas placas e na ponta da língua dos habitantes, que ainda fazem jus ao estilo de vida aberto e descontraído dos latinos. Os estabelecimentos tocam salsa e servem comida colorida e apimentada. É, realmente, um elo entre Cuba e Estados Unidos!

Ou seja: não espere as obras faraônicas ou as lojas de grife presentes nos demais bairros de Miami. O charme de Little Havana é outro!

little havana miami

Onde se hospedar para conhecer Little Havana?

Little Havana não é uma região hoteleira por excelência. Portanto, a localização mais estratégica para explorar a região é se hospedar a vizinha Downtown Miami, que fica perto de tudo e oferece excelentes opções de hospedagem, para todos os gostos e bolsos.

Além disso, Little Havana fica praticamente ao lado do Aeroporto Internacional de Miami. Se você tiver uma conexão longa na cidade e tem um temmpo sispom[ivel, é perfeitamente possível usar o tempo para descobrir a região próxima ao aeroporto. Dica: contrate um transfer para aproveitar seu tempo ao máximo!

Quais são as principais atrações de Little Havana?

Praticamente todas as atrações de Little Havana se concentram na Calle Ocho, que é a rua principal do bairro. Assim, um dia de passeio é suficiente para descobrir tudo que esta região tem a te oferecer. Confira algumas atrações que fazem o passeio valer a pena:

  • Calle Ocho Walk of Fame: você provavelmente já ouviu falar da Hollywood Walk of Fame, em Los Angeles. A Calle Ocho é a versão cubana, que homenageia vários artistas latinos.
  • Viernes Culturales: toda última sexta-feira do mês, a arte e a música tomam as ruas de Little Havana. São os Viernes Culturales (sextas culturais, em bom português), nos quais as galerias de arte são gratuitas e os músicos se apresentam nas ruas.
  • Plaza de la Cubanidad: a praça, apesar de pequena e simples, é muito importante para os habitantes do bairro. Ela tem um monumento que homenageia cubanos que naufragaram tentando chegar a Miami.
  • Bay of Pigs Museum: mesmo pequeno, este museu trata de um evento muito interessante da história cubana, a Invasão da Baía dos Porcos. É parada obrigatória para quem se interessa por história!
  • Tower Theater: hoje um edifício emblemático da região, o Tower Theater era o único cinema onde os filmes eram exibidos em espanhol. A visita é uma verdadeira viagem no tempo!
  • Parque Máximo Gómez: de arquitetura hispânica clássica, o parque é excelente para observar o estilo de vida da região. Ele também é conhecido como Domino Park, devido aos idosos que passam o tempo em partidas do jogo, típico de Cuba.
  • Casas noturnas: no quesito diversão, a opção em Little Havana não poderia ser outra além da salsa! Ao caminhar pelo bairro, você encontra uma série de estabelecimentos especializados no ritmo.

Restaurantes em Little Havana

Quando se trata de gastronomia, Little Havana tampouco deixa por menos! Confira alguns estabelecimentos clássicos e imperdíveis da região:

  • Versailles: o estabelecimento se autointitula “o restaurante cubano mais famoso do mundo”. E não é sem motivo! Desde que abriu as portas, em 1971, está sempre cheio, e oferece sabores típicos da ilha caribenha.
  • Sorveteria Azúcar: nada como um bom sorvete para apaziguar o calor de Miami! Na tradicional Azúcar, você encontra sabores que, por mais que sejam muito conhecidos no Brasil, são exóticos para os americanos, como o sorvete de goiaba ou café.
  • Ball & Chain: está é a melhor escolha para quem quer beliscar algo e ouvir um bom blues. O estabelecimento, aberto na década de 30, segue popular até hoje. É perfeito para beber alguma coisa e relaxar depois de um dia de passeio!

 

Please rate this

Downtown Miami: saiba o que fazer no coração de Miami

Downtown Miami mistura área residencial, lazer e centro empresarial da badaladíssima capital da Florida.

South Beach e Miami Beach nem sempre foram as queridinhas dos turistas que visitavam a cidade. Antes delas serem tão populares, a maioria das pessoas que visitava a cidade preferia ficar em Downtown Miami.

A região é uma das mais requisitadas principalmente para quem a visita a negócios e a paisagem é marcada por vários prédios comerciais, que abrigam escritórios de importantes empresas internacionais. Ainda assim, este bairro tem muito o que oferecer a quem visita Miami simplesmente para fazer negócios. Quem vem a lazer também vai encontrar muitas opções no bairro. Além de gastronomia e vida noturna, Downtown Miami conta com várias atrações turísticas e culturais.

Apesar de oferecer várias alternativas de passeios em Miami, a região é bem compacta, mede menos de 10 km². Assim, não é difícil de conhecê-la, principalmente se você contar com um serviço de passeio particular que conhece e pode te levar aos melhores pontos turísticos.

Mas, por hora, enquanto você não vem para Miami, confira nossas dicas de o que fazer em Downtown Miami e aproveite melhor a sua viagem!

American Airlines Arena

Sede de vários tipos de shows e jogos da liga americana de basquete (NBA), a American Airlines Arena é a casa do time de basquete local, o Miami Heat.

A construção é uma atração por si só: mesmo que não haja shows ou partidas, você pode visitá-la. Lá dentro, é possível comprar souvenirs no Miami Heat na loja oficial e conhecer a enorme quadra que abriga os eventos. A visita é rápida e não costuma demorar mais do que 30 minutos.

Se você quiser ver uma partida ou show, compre os ingressos com antecedência! Dependendo da atração, as entradas podem se esgotar rapidamente.

american airlines arena

HistoryMiami Museum

Se você quer saber mais sobre como Miami surgiu e se tornou a cidade impressionante que é hoje, o HistoryMiami Museum é parada obrigatória. Ele se dedica a contar toda a trajetória da localidade, por meio de exposições permanentes e temporárias. O mais interessante é que o espaço permite que habitantes da região enviem suas próprias histórias, que também podem ser conferidas pelo site. O museu abre todos os dias, exceto segunda, e o ingresso para adultos custa 10 dólares.

Além do HistoryMiami Museum, o Downtown Miami, tem outros museus, como Pérez Art Museum Miami e o Phillip and Patricia Frost Museum of Science. Para saber mais sobre esses e outros museus em Miami confira no nosso post.

Bayfront Park

O Bayfront Park é um dos muitos espaços ao ar livre que você pode aproveitar graças ao clima agradável de Miami. Trata-se de um parque com um belo anfiteatro à beira do mar, que ocasionalmente hospeda eventos culturais. Se não houver nenhuma atração, você ainda pode aproveitar para caminhar ou relaxar em uma sombra depois de um dia cansativo explorando Downtown Miami.

Bayside Market Place

Se você veio fazer compras em Miami, o Bayside Market Place é parada obrigatória em Downtown Miami. Além da bela paisagem à beira do mar, o visitante conta com uma ampla seleção de lojas, como Victoria’s Secret, Gap e Guess, além de lojas com souvenirs de Miami. O local também conta com o Bubba Gump Shrimp Co, icônico restaurante alçado à fama pelo filme Forrest Gump.

Bayside Market Place

Vida noturna e restaurantes em Downtown Miami

Se você gosta de agito, Downtown Miami pode ser sim seu lugar! Este bairro é o coração da vida noturna da cidade. Apesar de as celebridades estarem concentradas em Miami Beach, a região também tem boas opções de diversão.

Além do tradicional Hard Rock Café, que dispensa apresentações, outros locais famosos são o Blue Martini (uma das casas noturnas mais disputadas da cidade), Tobacco Road (especializado em Jazz, R&B e Blues) e Blackbird Ordinary (espaço ao ar livre para beber uma boa cerveja, relaxar e até jogar jogos de tabuleiro e que se transforma em balada aos finais de semana).

Não importa o que você quer ver em sua viagem à capital da Florida, Downtown Miami ótima opção para aproveitar bem o que a cidade tem para oferecer.

Please rate this

Museus em Miami: uma viagem diferente pela cidade, além das compras e badalação

Conheça os principais museus de Miami e planeje uma redescoberta cultural no paraíso da Flórida

Praias paradisíacas, cenários saídos de um filme ou série de TV e muitas, muitas compras: esses costumam ser os primeiros pensamentos de quem planeja uma viagem à Miami. Mas, sabia que a cidade também conta com muitos museus, com variedades de coleções e opções de arte? Muito além das compras, praias e baladas, Miami também pode ser o destino ideal para os amantes da arte e da cultura, com museus dedicados à coleções de arte moderna, contemporânea, de outros continentes e até ao sorvete!

Isso mesmo: em 2017, Miami Beach ganhou o Museum of Ice Cream, mostra interativa que conta a história da sobremesa gelada de uma maneira deliciosa. Localizado no Faena District em Mid-Beach, o museu do sorvete conta com um ambiente colorido e animado, e quem o visita tem a chance de provar amostras deliciosas, já inclusas no valor do ingresso, que custa US$ 98 (crianças menores de três anos não pagam).

Museus de Miami que você não pode deixar de conhecer

E como a cultura é também uma “preocupação” de muitas pessoas em férias, visitar museus em Miami também pode ser uma boa pedida. Opção de passeio diferente e educativo pela cidade, os museus de Miami são interessantíssimos, com amplo acervo cultural. Quem deseja aproveitar a ida à cidade para encher a bagagem de arte não irá se arrepender! Confira algumas opções imperdíveis:

 

Museu de Ciência Patrícia e Phillip Frost

Os apaixonados por ciência e astrologia vão se encantar com este museu. Com um planetário, uma área dedicada à vida selvagem com animais e um teatro onde são realizados diversos shows, o Museu de Ciência Patrícia e Phillip Frost também realiza workshops para crianças e shows musicais de lasers (que já focaram em músicos como Bob Marley e nas bandas U2 e Pink Floyd), com temáticas relacionadas ao sistema planetário.

Há também uma exibição especial sobre como os astronautas usam o banheiro com um astronauta da Nasa, o Dr. Winston Scott, que já passou 24 dias no espaço. Com ambiente familiar, o Museu de Ciência Patrícia e Phillip Frost conta com áreas ao ar livre ideais para piqueniques, por isso, a dica é levar toalhas e lanches para curtir o espaço com a família. Adultos pagam 29 dólares e crianças entre 3-12 anos, US$ 20 para uma visita completa no museu, que fica em Biscayne Blvd, Miami.

miami science museum

Viscaya Museum & Gardens

Quem visita o Miami Science Museum pode aproveitar e conferir o Viscaya Museum & Gardens no mesmo dia, já que a localização de ambos é bem próxima. Mais que um museu, o Viscaya é a realização de um sonho que virou realidade: idealizado por James Deering, que foi vice-presidente da Internacional Harvester Company, a luxuosa construção contempla 72 hectares de terreno ao lado da costa de Miami.

Trata-se de uma mansão renascentista italiana clássica, como se viesse diretamente do século XVI, com inúmeros e belíssimos jardins que criam uma paisagem encantadora. São mais de 34 salas decoradas com diversas relíquias dos séculos XV ao XIX. A entrada custa US$ 18 para adultos e US$ 6 para crianças de 6 a 12 anos – menores de 5 anos não pagam – e por apenas 3 dólares é possível adquirir um fone que conta a história do museu em português.

Vizcaya Museum & Gardens

Pérez Art Museum Miami

Em Downtown Miami, você encontrará o Pérez Art Museum Miami, um dos mais famosos da Flórida. Em 2013, o local, que antes era conhecido como Museu de Arte de Miami, foi renomado e batizado novamente. Focado em arte contemporânea, o Pérez Art conta com obras de artistas dos séculos XX e XXI, que são regularmente substituídas, o que faz com que o museu seja sempre atualizado e com novas tendências e novidades. Diego Rivera, famoso por trabalhar com Frida Kahlo, e Damian Ortega estão entre os artistas que têm quadros permanentes no museu,que também é conhecido como PAMM. Toda primeira quinta-feira do mês, a entrada é gratuita e, nos demais dias, custa US$ 16 por adulto e US$ 12 para jovens entre 7 e 18 anos.

Perez Art Museum Miami

 

Lowe Art Museum

Localizado no campus da University of Miami, o Lowe Art Museum é o primeiro museu do sul da Flórida, fundado em 1950. Com mais de 17.500 obras de arte, é considerado um local de ensino e de exposição com peças permanentes ou temporárias. Pela sua galeria The Lowe’s Ben Tobin, já passaram obras de Andy Warhol a Jackson Pollock, e uma série do pintor, escultor e gravurista americano Donald Sultan. Eclético, o museu conta com um pouco de cada arte do mundo: obras renascentistas, barrocas, asiáticas, africanas, pré-colombianas, americanas e até egípcias. Seu acervo enorme pede mais de uma visita para ser inteiramente conhecido, pois está sempre se expandindo. A entrada custa U$ 12,50.

Lowe Art Museum

Entre uma praia e outra, aproveite sua viagem à Miami para expandir seus conhecimentos culturais com peças de arte globalmente reconhecidas. As opções para os amantes das artes são diversas. E se você prefere fugir do trânsito e chegar aos destinos com comodidade e segurança, contratar um transfer personalizado em Miami é uma ótima opção, principalmente por contar com guias turísticos que falam português e podem dar muito mais dicas culturais da cidade.

Please rate this

2018 é o ano dos feriadões! Que tal aproveitar para conhecer Miami?

Assim como foi 2017, 2018 será o ano dos feriadões! Os finais de semana mais longos são perfeitos para uma viagem mais curta – mas, nem por isso, menos proveitosa – para Miami.

Para a alegria dos viajantes, 2018 promete ser um ano repleto de oportunidades para dar aquela escapada! Assim como em 2017, este ano será cheio de feriadões, que permitem emendar três ou quatro dias para fazer aquela viagem com a qual você sonha acordado há muito tempo.

Se o seu sonho é fazer uma viagem para Miami, por que não aproveitar essa oportunidade?

Mesmo com poucos dias – ou até mesmo em uma conexão de poucas horas – nada te impede de viajar para Miami e ter uma estadia extremamente proveitosa nesta cidade incrível, famosa no mundo inteiro.

Ficou interessado Então continue lendo! Neste post você confere quais são os principais feriadões de 2018, as vantagens de visitar Miami neles e o que fazer na cidade em poucos dias. Boa leitura e uma excelente viagem para Miami!

Quais serão os principais feriados de 2018?

Ao todo, 2018 terá 14 datas que você pode aproveitar para viajar, entre feriados e pontos facultativos.

Os feriados, especificamente, serão nove. Veja os nacionais – e não se esqueça de conferir os estaduais e municipais:

  • 1º de janeiro (segunda-feira): Confraternização Universal
  • 30 de março (sexta-feira): Sexta-feira da Paixão
  • 21 de abril (sábado): Tiradentes
  • 1º de maio (terça-feira): Dia Mundial do Trabalho
  • 7 de setembro (sexta-feira): Independência do Brasil
  • 12 de outubro (sexta-feira): Dia de Nossa Senhora Aparecida
  • 2 de novembro (sexta-feira): Dia de Finados
  • 15 de novembro (quinta-feira): Proclamação da República
  • 25 de dezembro (terça-feira): Natal

Além destas datas, há cinco pontos facultativos ao longo de 2018. Veja só:

  • 10 a 14 de fevereiro (sábado a quarta-feira): Carnaval. O ponto facultativo começa na segunda-feira e vai até as 14h de quarta-feira.
  • 31 de maio (quinta-feira): Corpus Christi
  • 28 de outubro (domingo): Dia do Servidor Público. Se você é servidor público, sua repartição provavelmente compensará fato de que a data caiu no domingo com uma folga durante a semana.

Mesmo que os feriados caiam em um dia pouco favorável para viajar, no meio da semana, lembre-se que a reforma trabalhista passou a permitir que você negocie com a empresa para trabalhar no feriado e usar a folga em outro dia, uma sexta ou uma segunda.

Além disso, não se esqueça de conferir seu banco de horas! Pode ser que elas te permitam tirar um dia ou dois a mais de folga.

Quais as vantagens de viajar para Miami em um feriadão?

Você acha que um feriadão é muito pouco e que não vale visitar Miami em um tempo tão curto? Na verdade, há muitas vantagens em fazer isso!

A primeira é conseguir viajar em baixa temporada, dependendo do feriado que você escolher. Você pode até pagar um pouco mais na passagem devido ao aumento da procura, mas Miami estará vazia, com menos filas nas atrações turísticas e preços mais em conta, tanto em hotéis quanto em refeições. Compensa, e muito!

Além disso, você tem a oportunidade de ver a cidade sem comprometer suas férias do trabalho. Quando elas finalmente chegarem, você pode voltar (vontade não vai faltar!) ou conhecer outro destino. Você decide!

Visitar Miami em um feriadão também é uma excelente opção caso você queira fazer algo muito pontual na cidade. Continue lendo para saber mais!

Passagens mais baratas facilitam sua viagem para Miami

A partir deste ano com novos voos para Miami para Miami e com as empresas aéreas oferecendo com muito mais frequência passagens promocionais para Miami, certamente vai ficar mais fácil fazer a sua tão sonhada viagem para Miami. Entre as principais companhias que estão oferecendo novos voos estão a Latam, Avianca Brasil e também a brasileira Azul. Mas se o seu negócio é conseguir o melhor preço de passagem para Miami, confira o nosso post.

O que fazer em Miami em poucos días?

O segredo para viajar para Miami em um feriadão e ir embora com sensação de missão cumprida é se planejar. Pense: você vai ficar pouco tempo, cada minuto conta!

Se você já conhece a cidade, pode aproveitar o feriado para voltar apenas aos pontos que você mais gostou ou ir especificamente àqueles que não conseguiu conferir na vez anterior.

Caso seja a sua primeira viagem para Miami, a melhor opção é que você se concentre em uma região da cidade para explorar. Deste modo, poupa tempo em deslocamentos. Por exemplo: você pode ficar em Miami Beach e focar nas atrações da região – que não são poucas!

Em ambos os casos, você pode contar com os serviços de city tours e traslados da Eagle Tour. Principalmente para quem viaja com pouco tempo, nada mais importante que contar com uma empresa que conhece bem a cidade e pode oferecer agilidade para levar seus clientes aos lugares que deseja.

Antes de marcar sua viagem para Miami, fale com a gente que temos dicas especiais!

Mas se você vai apenas passar por Miami em uma conexão, não deixe de conferir nosso post sobre o que fazer em Miami quando você só tem poucas horas para ver a cidade e confira dicas de como aproveitar seu tempo em bairros mais próximos do aeroporto de Miami.

Ou, então, você pode usar o feriadão para aproveitar o que Miami oferece de melhor: compras! Ressaltamos que, nesse caso, é preciso usar o tempo com sabedoria e não desperdiçá-lo. Não deixe de conferir as opções de tours de compras que a Eagle Tour oferece para fazer seus dias renderem o máximo possível.

 

Please rate this

Passagens baratas para Miami: 6 dicas fundamentais

Encontrar tarifas aéreas em conta é quase uma arte. Há várias técnicas que você pode usar para encontrar passagens baratas para Miami e aproveitar mais suas férias.

Como já contamos recentemente, a oferta de voos Brasil-Miami está cada vez mais alta. As companhias locais têm investido cada vez mais em novas rotas, inclusive a partir de cidades no interior.

Esta é uma notícia excelente para quem quer fazer uma viagem mais econômica: mais oferta significa que a tendência é que haja cada vez mais passagens baratas para Miami.

Mas você não precisa ficar dependendo das companhias aéreas para economizar nos voos para Miami: há várias técnicas fáceis para aumentar as chances de fazer um excelente negócio adquirindo passagens para Miami com bom preço e ter um dinheiro a mais para fazer compras ou conhecer lugares novos.

Confira abaixo várias dicas de como comprar passagens baratas para Miami:

Não compre suas passagens para Miami com tanta antecedência

Quando se trata da compra de passagens aéreas, há uma crença popular de que quanto antes, melhor. Muita gente pensa que as operadoras sobem os preços à medida que o voo se aproxima.

Acontece que não é bem assim. Afinal, se você compra a passagem com seis meses de antecedência, quando o voo ainda está praticamente vazio, as chances de conseguir uma promoção são bem baixas.

Pense no modelo de negócio das companhias aéreas: para elas, assento vazio é prejuízo. Por esta razão, à medida que o voo se aproxima, há mais chances de que elas façam promoções para lotá-lo de vez.

Assim, se você não está voando em alta temporada, é possível deixar para comprar as passagens aproximadamente três meses antes da data da viagem. Não é tão em cima a ponto de arriscar a viagem, mas tampouco zera suas chances de conseguir comprar os bilhetes em promoção.

Procure passagens baratas para Miami em buscadores de voos online

Há diversos buscadores online que facilitam a vida dos viajantes, permitindo que você encontre passagens baratas para Miami e vários outros destinos.

O Google Voos é uma das suas melhores opções para isso. Além de totalmente gratuito, ele não mostra apenas os preços no dia que você escolheu, mas identifica as datas mais baratas do mês e te dá dicas para gastar menos.

Além disso, seu algoritmo estuda os preços de anos anteriores para mostrar quando as passagens vão subir ou baixar e preço. Você pode até mesmo optar por receber essa informação por e-mail.

Por fim, o Google Voos te transfere diretamente ao site da companhia aérea, ou instrui a reservar por telefone. Ou seja: é perfeitamente seguro. Com ele, você tem todas as informações necessários para fazer um bom negócio.

Além deste, é possível encontrar uma infinidade de sites que estão sempre divulgando passagens com bons preços. A quantidade de sites oferecendo as melhores promoções hoje é tão grande que é fácil se perder na hora de escolher quais buscadores usar. Entre os principais podemos citar o Decolar, o Skyscanner, o Viajanet e o Submarino Viagens (COLOCAR LINKS). A maioria deles oferece também busca de hospedagem para facilitar ainda mais sua viagem.

passagens baratas para miami

Procure voos para Miami com conexões fora dos Estados Unidos

Os voos para Miami que são diretos ou fazem conexão já dentro dos Estados Unidos são, indiscutivelmente, os mais caros. Para gastar menos, a alternativa é voar por companhias que façam conexões em outros países.

Na América Latina, alguns hubs importantes com voos para Miami são Lima, Bogotá e a Cidade do Panamá. Além de te permitirem gastar menos, essas cidades ficam mais ou menos no meio do caminho, para que você estique um pouco as pernas antes de seguir ao destino final.

Busque passagens baratas para Miami com agentes de viagens

Comprar passagens e reservar hotéis com agentes de viagens te parece algo ultrapassado? Pense de novo! Por mais prática que a internet seja, ela não te proporciona uma coisa que as agências conseguem com frequência: descontos generosos.

Elas não cobram taxas, já que ganham comissões pelos serviços reservados. Todas as negociações feitas são diretamente com os funcionários das empresas aéreas. Como fazem reservas com frequência, muitas vezes para grupos grandes, as agências têm mais margem para pedir descontos. Além disso, elas usam um sistema exclusivo para buscar bilhetes e têm acesso a voos que os buscadores online não conseguem encontrar.

Assim, se a busca de passagens baratas para Miami pela internet se revelar infrutífera, visite uma agência de viagens. Você pode conseguir fazer um excelente negócio por meio de uma delas!

Use o modo anônimo do navegador

Independente do buscador que você use, é muito importante que você acompanhe os preços das passagens para Miami navegando no modo anônimo.

Isso porque, quando você visita um site pela primeira vez, ele instala um cookie nesse computador. Quando você o acessa novamente, o cookie diz ao servidor que você já esteve ali antes.

No caso da busca por passagens, se você procura o mesmo voo várias vezes, o site da companhia interpreta que o seu interesse por ele é alto. Assumindo que você não se incomodaria em pagar mais, ela sobe o preço.

Seja flexível

A flexibilidade é a regra de ouro para encontrar passagens baratas para Miami ou qualquer outro lugar. Afinal, pode ser que a tarifa do dia no qual você pretende viajar esteja cara, mas que você consiga um belo desconto no dia seguinte.

Também há a possibilidade de os voos para Miami estejam acima do que você pode pagar. Nesse caso, há a opção de voar diretamente do Brasil para a vizinha Fort Lauderdale ou Orlando.

Ah, não tenha preguiça de acordar cedo: os primeiros e os últimos voos do dia geralmente são os mais baratos, independente do destino. Vale a pena perder algumas horas de sono!

Please rate this

O que fazer em Miami Beach: um guia compacto desta região imperdível

O que fazer em Miami Beach? Quais são os melhores restaurantes? Onde se hospedar? Respondemos todas essas perguntas nesse guia compacto sobre a região.

Miami Beach é uma das regiões mais cobiçadas, badaladas e famosas da região quase homônima, Miami.

Pouca gente sabe que ela, formalmente, é uma cidade independente. Entretanto, tanto os nomes parecidos quanto à proximidade (Miami Beach fica ao lado de Miami, e é facilmente acessível desde lá) faz com que a maioria das pessoas pensem que ambas são uma.

Seu tamanho não é documento: mesmo pequena, a ilha abriga um verdadeiro universo de atrações, paladares e experiências. Ela promete encantar até mesmo os viajantes mais experientes e exigentes!

Nesse guia, você confere em primeira mão o que fazer em Miami Beach, bem como uma lista de restaurantes e hotéis para todos os gostos – e bolsos -, para que suas férias sejam inesquecíveis. Boa leitura e boa viagem!

O que fazer em Miami Beach?

Com tantas atrações interessantes, pode ficar difícil decidir o que fazer em Miami Beach se você tem pouco tempo para explorá-la! É indiscutível que de quanto mais tempo melhor: o indicado é ficar no mínimo 7 días na região de Miami para dar conta de tudo (compras, passeios pelas ruas mais emblemáticas, museus, etc).

Independente da duração da sua estadia, essas são algumas atrações de Miami Beach que você não pode ignorar:

  • Española Way: a rua mundialmente famosa dispensa apresentações. A paisagem da via, preenchida por construções no estilo colonial espanhol, é inesquecível.
  • Art Deco District: localizado entre a Ocean Drive e a praia, o Art Deco District é uma verdadeira viagem no tempo. O local conta com diversos edifícios, construídos entre 1925 e 1940, restaurados e preservados. Se você não sabe muito sobre arquitetura, o passeio pode ser feito com o auxílio de um audioguia ou um guia voluntário. Para aproveitar mais a visita, recomenda-se começar pelos edifícios mais importantes, que ficam entre as ruas 6 e 7. Ah, é grátis!
  • Lincoln Road: A Lincoln Road é considerada por muitos como um shopping a céu aberto. A agradável rua, totalmente reservada para os pedestres, oferece um excelente mix de lojas e restaurantes, frequentados por pessoas do mundo inteiro. Vale a pena o passeio, mesmo se você não for comprar nada!
  • Ocean Drive: a Ocean Drive é o coração de Miami Beach. Paralela ao mar, a via é uma das mais importantes da região. É perfeita para os amantes da noite: a paisagem intercala os famosos coqueiros com restaurantes e casas noturnas mundialmente famosos, frequentados por celebridades.
  • Miami Beach Boardwalk: essa atração é para os amantes do mar. A Miami Beach Boardwalk fica na região de Mid-beach e é um passeio paralelo ao mar. Perfeito para um passeio no fim da tarde!
  • Collins Park: Miami é muito ensolarada, e relaxar em uma sombra por alguns minutos é sempre bom. Para isso, visite o Collins Park: rende um belo passeio e, até mesmo, um piquenique.

lincoln road miami

Onde comer em Miami Beach?

Quando se trata de gastronomia, Miami Beach não deixa por menos. Há desde opções econômicas, até restaurantes comandados por chefs mundialmente famosos e frequentados por celebridades. Confira alguns:

  • Bubba Gump Shrimp: inspirado no filme Forrest Gump, esse estabelecimento tem ambiente familiar, porções generosas e frutos do mar frescos.
  • Joe’s Stone Crab: opção econômica, o Joe’s é um dos restaurantes mais tradicionais da região. O carro-chefe, o caranguejo, atrai curiosos de todo o mundo.
  • Nobu: o Nobu é aquela extravagância que todos cometem nas férias. É conhecido pela gastronomia excepcional e por ser ponto de encontro de celebridades.
  • Prime 112: esse restaurante é especialista em carnes. Concorrido e com preço acima da média, recomenda-se fazer reserva.
  • Casa Tua: outra opção com ambiente familiar, o Casa Tua é especializado em comida italiana. Destaca-se pela sofisticação e pelo bom atendimento.

Onde se hospedar em Miami Beach?

Tão importante quanto saber o que fazer em Miami Beach, é decidir onde ficar! Uma localização estratégica faz toda a diferença em suas férias.

De modo geral, recomenda-se ficar próximo às vias importantes, como a Lincoln Road e a Ocean Drive. A oferta de hospedagem é farta e adequada a todos os bolsos. Confira algumas sugestões:

  • Hilton: opção para quem pode gastar mais, o Hilton Bentley Miami/South Beach fica na Ocean Drive, próximo ao Prime 112. As diárias ficam na casa dos R$ 1 mil.
  • Marriott Stanton South Beach: vizinho do Hilton, também é opção para quem pode gastar mais – as diárias superam R$ 1 mil.
  • Hotel Croydon: opção de custo intermediário, é possível encontrar diárias por menos de R$ 500.
  • Boutique 18: opção mais econômica, fica ao lado do Miami Beach Convention Center e próximo à Lincoln Road. Tem diárias por menos de R$ 400.
  • Lexington Hotel: opção extremamente econômica, tem diárias próximas a R$ 300, apesar de estar cercado de hotéis mais caros (fica perto ao Fontainebleau, por exemplo).

Please rate this

Novos voos diretos para Miami a partir de 2018

Viajar para Miami vai ficar mais fácil graças à criação de novas rotas de voos para Miami e Orlando e o reforço das antigas. Confira o que muda.

Boas notícias para os turistas: o Grupo LATAM Airlines, resultado da fusão da companhia brasileira TAM com a chilena LAN, anunciou que ampliará a oferta de voos diretos para Miami partindo da região. Haverá tanto a inauguração de novas rotas quanto o aumento da frequência dos voos já existentes.

Até então, a empresa operava apenas um voo do nordeste para Miami: todas as terças-feiras, um Airbus A320 decolava de Fortaleza rumo à badalada cidade da Flórida, sem escalas, para, logo em seguida, fazer o caminho de volta.

A oferta de voos diretos para Miami na região, era, sem dúvidas, pobre. Não era raro ter que ir a São Paulo ou ao Rio de Janeiro para, só então, embarcar rumo aos Estados Unidos. Além destas cidades, havia as opções de fazer conexão em Manaus ou Belém do Pará. Felizmente, a necessidade de tomar mais um voo em outra localidade está com os dias contados!

Novos voos para Miami anunciados pela LATAM

Em comunicado, a LATAM anunciou tanto a criação de novas rotas quanto o reforço de antigas. A empresa dará à população do nordeste brasileiro muito mais opções de voos diretos para Miami e Orlando, o que promete facilitar a vida dos turistas locais. Os destaques são a inauguração das rotas Salvador-Miami e Recife-Miami.

Além disso, o voo direto para Miami partindo de Fortaleza terá uma frequência maior. Os habitantes da capital cearense ganharão, também, uma conexão direta com Orlando, que será operada duas vezes por semana. Esse novo trecho será inaugurado no dia 5 de julho de 2018. Já os voos diretos para Miami serão intensificados a partir de fevereiro do próximo ano.

No total, a LATAM afirma que haverá um acréscimo de mais de 2 mil assentos nas conexões entre o nordeste e os Estados Unidos, distribuídos em mais de 10 voos semanais.

voos diretos para miami

Outras companhias planejam lançar mais voos para Miami

Há não tão pouco tempo, era praticamente impossível viajar para o exterior sem passar por São Paulo ou pelo Rio de Janeiro. Felizmente, se depender das companhias aéreas operantes no Brasil, encontrar voos diretos para Miami vai ficar muito mais fácil.

A Avianca Brasil, subsidiária da companhia colombiana de mesmo nome, anunciou que conseguiu a aprovação de novas rotas junto à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). O órgão liberou 14 voos diretos para Miami por mês, partindo de Belo Horizonte. Isso indica que a frequência será diária.

A Azul Linhas Aéreas, que até então vinha se dedicando mais à aviação regional, também começa a se aventurar mais no mercado internacional. Em 2017, a empresa começou a vender passagens de voos diretos para Miami partindo de Belo Horizonte e Belém. Eles serão operados três vezes por semana na alta temporada.

Quais são as outras rotas de voos para Miami?

Atualmente, as únicas companhias aéreas que operam voos diretos para Miami, além da própria LATAM, são American Airlines, Avianca e Azul. Para quem não se importa em fazer um pequeno desvio, esta última também disponibiliza a rota Campinas-Fort Lauderdale, vizinha de Miami.

A LATAM opera voos diretos de Manaus, Rio de Janeiro e Brasília. No caso da capital federal também há voos da American Airlines.

Quando se trata de voos para Miami com conexões, a oferta fica maior, e, os preços, mais em conta. Na América Latina, algumas das cidades onde é possível trocar de aeronave antes de partir rumo a Miami são Lima e Bogotá, pela Avianca, e Cidade do Panamá, pela Copa Airlines.

Se você prefere fazer conexão já dentro dos Estados Unidos, há ampla oferta de voos, operados por diversas companhias. Há trechos com opções diárias para cidades com aeroportos importantes como Dallas, Detroit, Chicago, Atlanta e Nova Iorque.

Há, também, algumas rotas diretas que foram aposentadas. A American Airlines desativou duas: Curitiba-Miami (com escala em Porto Alegre) e Fortaleza-Miami. Felizmente, a companhia estuda a reativação desta última.

Voos diretos Brasil-Orlando

Geralmente, quem visita Miami aproveita a viagem para conhecer os parques de Orlando. A boa notícia é que não apenas é possível viajar diretamente à cidade da Disney, como a tendência é que a oferta cresça.

A Azul é uma das empresas que mais tem criado novas rotas. Atualmente, é possível voar para Orlando desde várias cidades, como São Paulo, Belo Horizonte, Vitória, Campinas, Goiânia, Montes Claros e muito mais. Entre as companhias estrangeiras, a única que fornece uma conexão Brasil-Orlando é a americana Delta Airlines, que opera a rota Guarulhos-Orlando.

Mas para quem chega primeiro aqui e prefere fazer a viagem de Miami para Orlando, existem diferentes alternativas, além de inúmeros voos diretos.

A melhor notícia é que com a pior parte da crise superada, a tendência é que as empresas inaugurem cada vez mais rotas novas, aumentando as opções para os turistas brasileiros viajarem cada vez mais para a Flórida.

Please rate this

Como ir de Miami para Orlando?

Passada a alta temporada, agora é uma boa época para quem quer visitar Orlando sem gastar muito. Saiba mais sobre a cidade e como ir de Miami para Orlando.

É comum, principalmente entre os brasileiros, visitar Orlando e a Disney no dia das crianças. Afinal, esta experiência encantadora é um presente inesquecível!

Mas, a verdade é que, nessa data, a cidade fica cheia e, os preços, mais altos. Isso se repete ao longo da alta temporada – de novembro a abril  – e durante o mês de julho, devido às férias escolares.

Por isso, muitas vezes é melhor deixar essa viagem para os meses de baixa temporada, com o a época do ano em que estamos agora. Na verdade, visitar Orlando após o dia das crianças é até mais vantajoso: os custos de atrações, hospedagem e transporte são consideravelmente mais baixos.

Outro fator que deve ser considerado é como ir de Miami para Orlando

Esse deslocamento é quase sempre necessário, pois os voos do Brasil normalmente chegam em Miami, e Orlando com certeza merece alguns dias. Mas isso não é motivo para preocupação: existem diferentes formas de ir de uma cidade a outra.

Vale a pena mesmo ir a Orlando nessa época do ano? O que fazer por lá. Onde se hospedar? Como ir de Miami para Orlando? Confira nossas dicas!

O que fazer em Orlando?

Orlando é conhecida como a capital mundial da diversão. Os parques temáticos são, certamente, o que mais atrai os viajantes. Há diversas opções, para todos os gostos e idades, para ninguém ficar de fora!

Contudo, a cidade é muito mais do que isso. Sua lista de atrações inclui, também, um passeio de aerobarco, o paraquedas indoor iFLY Orlando, shows acompanhados de jantares e, claro, o espetáculo La Nouba, do famoso Cirque du Soleil.

orlando florida

Ainda assim, é impossível imaginar Orlando sem pensar, imediatamente, nos parques, o maior atrativo da cidade. Confira:

Disney World

A cidade de Lake Buena Vista, vizinha a Orlando, abriga o mais famoso dos parques da Disney espalhados pelo mundo: o Walt Disney World Resort. Ele se subdivide em parques menores: Magic Kingdom, Epcot, Animal Kingdon e Disney’s Hollywood Studios.

Há, também, outras atrações muito bacanas, como o Disney Springs. O antigo Downtown Disney é onde o visitante encontra uma ampla seleção de bares, restaurantes, compras e entretenimento.

Universal Studios

É o complexo de parques do estúdio com o mesmo nome. Suas atrações são temáticas e remetem a filmes famosos, como a montanha russa do Incrível Hulk.

Atualmente, o que faz mais sucesso entre os visitantes é o The Wizarding World of Harry Potter.  A atração  transporta o viajante direto ao mundo do bruxo, com direito a uma visita ao Beco Diagonal e um copo de Cerveja Amanteigada.

Sea World

Totalmente inspirado na vida marinha, trata-se de um mix entre parque temático e zoológico. Alguns de seus pontos imperdíveis são a montanha russa Manta, onde você faz todo o trajeto deitado, e o Empire of the Penguins, local que recria o Pólo Sul, proporcionando a experiência de ver os pinguins como se estivessem em seu habitat natural.

Kennedy Space Center

Essa é uma opção um pouco diferente dos parques temáticos que falamos até então. A uma hora de Orlando, é um excelente bate e volta. O Kennedy Space Center é uma espécie de museu interativo sobre a Nasa. É uma oportunidade de se sentir astronauta por um dia!

Você pode ver como os trajes dos astronautas evoluíram ao longo do tempo, conferir o lendário ônibus espacial Apolo 13 de perto e passear por um jardim cheio de foguetes – se você tiver sorte, pode ver um lançamento ao vivo e a cores!

Kennedy Space Center

Onde se hospedar em Orlando?

Há opções de hospedagem para todos os gostos e bolsos em Orlando: você pode optar por hotéis dentro e fora dos parques temáticos, bem como pelo aluguel de apartamentos completos.

Há alojamentos dentro dos parques para todos os bolsos, mas eles tendem a ser mais caros. No caso do Walt Disney World Resort, a opção mais luxuosa é o Grand Floridian Resort & Spa: as diárias começam na faixa dos R$ 2 mil! Já quem quer economizar pode optar pelos Disney’s All-Star Resorts. Há três opções, cada uma com um tema diferente: esportes, filmes e música. As diárias começam em R$ 110.

Se a sua intenção é ficar próximo à Disney, mas sem pagar pela hospedagem dentro do complexo, a melhor opção ficar na cidade de Lake Buena Vista, próxima a Orlando. Quem está com o orçamento mais folgado pode optar pelo Staybridge Suites Orlando, que oferece quartos completos, que se assemelham a apartamentos. Caso o objetivo seja economizar, há o Best Western Orlando Gateway Hotel e o Comfort Inn Orlando – Lake Buena Vista, que são mais em conta.

Agora, se você prefere ficar na própria cidade de Orlando, prefira a região da International Drive. Nela, além de hotéis, você encontra restaurantes, lojas, casas de câmbio e restaurantes, tudo o que você precisa durante a estadia, em todas as faixas de preço.

Entretanto, não resta dúvidas de que, entre todas, a opção mais barata, é o aluguel de apartamentos completos. Esse tipo de acomodação é comum em Celebration, cidade inteligente projetada pela própria Walt Disney Company.

Como ir de Miami para Orlando

Apesar de ter voos que vão direto à cidade da Disney, praticamente todos os voos do Brasil chegam a Miami, durante o ano todo. A boa notícia é que não é difícil encontrar uma maneira fácil de ir de Miami para Orlando, pois as duas cidades são próximas e muito bem conectadas. Veja:

Avião

É a forma mais rápida de ir de Miami para Orlando. Porém, há três desvantagens significativas: o preço alto, os horários restritos e a possibilidade de a franquia de bagagem ser inferior à do voo internacional.

Ônibus

Mais barato que o avião, é uma opção mais econômica de deslocamento. Entretanto, os problemas de horários e de bagagem são os mesmos.

Carro próprio

Muitas famílias optam por alugar um carro durante a estadia. Contudo, isso pode encarecer bastante a viagem – fora as burocracias envolvidas, como a carteira de motorista internacional e a contratação de seguro.

Transfer de Miami para Orlando

Se você não achou a melhor forma de ir de uma cidade a outra, saiba que contratar um transfer de Miami para Orlando tem a melhor relação custo-benefício.

Há total flexibilidade e conforto. Você acerta pormenores, como o horário de saída, retorno e ponto de encontro, diretamente com a empresa. Além disso, o transporte é feito em vans modernas e particulares, que acomodam tranquilamente até 14 pessoas. Ou seja: caso o seu grupo seja grande, sai bem mais em conta.

Como ir de Miami para Orlando de van

Você tampouco tem que se preocupar com a quantidade de malas que vai levar: ao contrário de outras formas de ir de Miami para Orlando, no traslado não há franquia. Tudo o que couber na van pode ser levado sem problemas, ótimo para quem pretende fazer umas comprinhas também em Orlando. Nas vans da empresa Eagle Tours, por exemplo, a capacidade é de 10 malas grandes mais bagagens de mão.

Por que contratar a Eagle Tours para ir de Miami a Orlando?

Ao buscar formas de ir de Miami para Orlando, considere os serviços da Eagle Tours. No mercado desde 2011, somos uma empresa especializada na prestação de serviços turísticos para brasileiros em Miami!

Além de traslado entre bairros de Miami e também para outras cidades mais procuradas da região, é possível fazer city tours por vários pontos turísticos e também tour de compras pelos principais shoppings e lojas de Miami. Também podemos dar dicas importantes, como, por exemplo, bons hotéis, onde comer bem e conseguir bons descontos.

 

Please rate this